revoada Brasília

Junho de 2013.

Várias pessoas paravam para perguntar o que era, uma abaixou no ninho pegou dois e perguntou se poderia colocar no trabalho dela, outras deixavam um tímido sorriso escapar ao ver as aves coloridas espalhadas, é uma experiência muito gostosa e faz bem pra todos. Voltei lá por volta de 12:30, fiquei preocupada se iam cair no chão virando lixo (a fita dupla face não colava estava tudo úmido pela manhã, mesmo limpando não tinha aderência, colocamos fita crepe também, a mureta estava recém pintada e não tinhamos muita opção no local).  Mas não vi nem um passarinho, nem no chão, nem nos lixos, só os que estavam pendurados no viaduto e uma coruja que tinha sido colocado no chão bem no caminho das pessoas.

Aí tive uma surpresa, 5 passarinhos arrumados num arbusto. Pensei, nossa está legal mas todos juntos, vou espalhar, colocar um em cada arbusto, quando coloquei a mão ouvi “ei moça, não pode levar os passarinhos não” kkkkkk Era o Tiago e  a Natasha, vendedores de roupas (eles colocam lona no chão e esta é a loja, quando passa o “rapa” é aquela correria que vocês já conhecem, aqui no DF não é diferente). Eles adotaram aqueles 5 e ninguém mexe. Estavam curiosos para saberem do que se tratava. Tive que insistir muito para eles se deixarem fotografar.” Patrícia Silva, revoada Brasília.

Fotos: Marcus Paredes

br01

br02

br03

br04

br05

br06

Pato-mergulhão sem-teto, foi encontrado desvairado no viaduto da rodoviária do Plano Piloto em Brasília – DF.” Avistar Brasília 2013
Veja o pato-mergulhão aqui!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s